Geral


Familiares de integrantes da imprensa, filhos de políticos e empresários estão na lista do auxílio emergencial em Carlos Barbosa

Lista ainda apresenta nomes de esposas de esportistas que são vistas na cidade “desfilando em camionetões
09/06/2020 Portal Adesso

     Levantamento do Tribunal de Contas da União mostrou que cerca de 8,1 milhões de pessoas tenham recebido indevidamente o auxílio emergencial de R$ 600 do Governo Federal. Nesta semana, foi divulgada a lista da pessoas que solicitaram auxilio emergencial em todo o Brasil. A lista é dividida por Estado e cidade, podendo qualquer cidadão acessar os dados de seus respectivos municípios. 

     Após receber uma série de denúncias, a equipe do PORTAL ADESSO consultou os dados referentes a Carlos Barbosa para verificar se pessoas estariam cometendo crime, recebendo injustamente o benefício. Para nossa surpresa, identificamos suspeitas de fraudes envolvendo jovens de classe média, esposas de empresários, familiares de servidores públicos aposentados e dependentes.

     Além destes, a lista ainda mostra filhos de políticos barbosenses, familiares de integrantes da imprensa da cidade ( que possuem empresas registradas), jovens que se quer estão morando em Carlos Barbosa e esposa de esportistas, que frequentemente são vistas dirigindo carrões e camionetes no centro da cidade. Existem casos onde o esposa e filho constam na lista de beneficiário, porém, a renda do marido não é compatível para obter o benefício. 

     Todo cidadão pode denunciar possíveis fraudes e crimes de quem obteve o auxílio sem preencher os requisitos. Para denunciar, basta entrar no portal da transparência e relatar o nome da pessoa que recebeu o benefício. 

DENUNCIE

1) Acesse o site do Dataprev – https:/ consultaauxilio.dataprev.gov.br/consulta/#/ (https://consultaauxilio.dataprev.gov.br/consulta/#/)

 2) Insira os dados solicitados; é preciso informar o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento

 3) Resposta 

3.1) Se aparecer "Requerimento não encontrado", significa que não há pedidos feitos no CPF consultado

 3.2) Se aparecer "Em processamento, foi aprovado, não aprovado, requerimento retido ou dados inconclusivos", significa que houve pedido feito com os dados a) Se aparecer "Benefício em processamento", significa que foi feito um pedido que está em análise pelo governo b) Se aparecer "Aprovado", o benefício já está liberado e deve ser pago na data correspondente ao mês do nascimento do beneficiário c) Se aparecer "Não aprovado", "Requerimento retido" ou "Dados inconclusivos", significa que foi encontrado algum tipo de inconsistência ou irregularidade no pedido

4) Denuncia de irregularidades: caso o site informe o registro do pedido e não tenha sido o titular do CPF o autor do requerimento, a orientação é denunciar a fraude através dos telefones 121 ou 0800-707-2003 

A denúncia também pode ser feita diretamente em qualquer agência da Caixa Econômica Federal. Se você não fez o cadastro e recebeu mensagens de SMS ou emails tratando do benefício, pode ser um indicador de fraude. 

CRIME

O Ministério da Cidadania disse que "o trabalhador que prestar declarações falsas ou utilizar qualquer outro meio ilícito será obrigado a ressarcir os valores", além de responder por eventuais crimes. 

Segundo o ministério, para evitar fraudes, "as informações que estão sendo inseridas no site e no aplicativo do auxílio emergencial são cruzadas com vários bancos de dados oficiais de documentação e situação econômica e social". 

O Ministério da Cidadania também declarou que qualquer indício de ilegalidade "é imediatamente informado à Polícia Federal" e que a CGU (Controladoria-Geral da União) e a AGU (Advocacia-Geral da União) atuam na fiscalização e no ajuizamento de ações.



MAIS NOTÍCIAS