Geral


Confusão: em três dias, bandeira do coronavírus muda três vezes

População e comerciantes já não sabem mais o que fazer e nem em quem acreditar com tantas mudanças e regras
22/06/2020 Portal Adesso - Foto: Ilustração

     Se não bastasse o medo que a pandemia está causando em todo mundo e as dificuldades econômicas que a maioria das pessoas foram submetidas, o covid-19 também traz à tona a falta de bom senso dos governantes para lidar com a situação.  Em Garibaldi, em apenas três dias, comerciantes, donos de academias, lojas de roupas, de calçados, restaurantes, lancherias, barbearias e salões de beleza comemoraram e se indignaram com a mudança das bandeiras laranja e vermelha. 

     Na semana passada, o Governo do Estado decretou bandeira vermelha em toda a Serra Gaúcha. Garibaldi, Carlos Barbosa, Bento Gonçalves e mais 49 municípios sofreram com o endurecimento das medidas de isolamento. Ainda durante a semana, comerciantes protestaram em frente as prefeitura de Bento e Garibaldi. Mesmo com protestos e muitas reclamações, a bandeira vermelha permaneceu.

     No final de noite da sexta-feira (19), o prefeito de Garibaldi Antônio Cettolin (MDB), anunciou para a comunidade que havia ganho liminar estabelecendo que a cidade poderia voltar a bandeira laranja e que os comerciantes estavam autorizados a abrir as portas.

     Poucas horas depois, na madrugada de sábado (20), o desembargador presidente do Tribunal de Justiça do RS, cassou a liminar de Garibaldi e a cidade retornou para a bandeira vermelha. Outra vez, comerciantes não podiam abrir seu comércio. 

     No sábado à noite, o governador do estado, Eduardo Leite, anunciou que a Serra voltaria a bandeira laranja, mas só a partir da meia noite desta terça-feira (23). Até lá, os comerciantes não poderiam abrir seus estabelecimentos. Ou seja, o comercio voltaria a trabalhar na quarta-feira de manhã.

     Para a surpresa de todos, nesta segunda-feira (22), ocorreu uma ressalva no decreto, estabelecendo que em casos de bandeira menos restritiva, a vigência inicial fica antecipada para a 0h de segunda-feira. Portanto, os comerciantes poderão reabrir suas lojas e comercio em geral na manhã desta terça-feira. 

     Aguardemos cenas dos próximos capítulos. Mais uma vez, quem paga a conta da confusão política é a população. 

MAIS NOTÍCIAS