Coronavírus


Governador analisa recurso da Amesne para retorno da região à bandeira laranja

Associação enviou documento ao Gabinete de Crise do governo apresentando dados e questionando a mudança para a bandeira vermelha
29/06/2020 Portal Adesso - Foto: Divulgação

     Os 49 municípios que compõe a macrorregião de Caxias do Sul no sistema de distanciamento controlado do Estado, entre eles Garibaldi, Carlos Barbosa e Bento Gonçalves, estão esperando apreensivos a decisão do gabinete de crise do Governo Estadual, desta terça-feira (29), que poderá colocar a região, novamente, em bandeira laranja. A Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) enviou recurso ao governo do Estado, ainda no sábado (27), apresentando dados e questionando a mudança para a bandeira vermelha.

     Segundo o recurso apresentado pela Amesne, há disparidades e informações conflitantes com aqueles produzidos nos municípios. “Os Municípios das regiões da Serra, com as informações colhidas e devidamente atualizadas na data da coleta, e em virtude da complexidade que envolve as consequências danosas de uma bandeira vermelha, conforme decreto estadual, requerem seja reavaliada a situação dos cálculos dos itens que seguem para revisão”, solicita em nota a Associação.

     No recurso, os principais dados apontados para o retorno a bandeira laranja são a baixa ocupação de leitos clínicos, a diminuição no número de óbitos e decorrência de coronavírus e os novos leitos de UTI que estarão disponíveis na região. A Amesne alega que, conforme a Coordenadora de Saúde da 5ª Coordenadoria da Saúde, Tatiane Misturini Fiorio, a região se mobilizou e disponibiliza o acréscimo de mais 16 Leitos de UTI: 2 leitos de UTI no Círculo Operário de Caxias do Sul; 4 leitos de UTI no Hospital Nossa Senhora da Oliveira em Vacaria; 7 leitos de UTI no Hospital Pompéia de Caxias do Sul e 3 Leitos de UTI no Hospital São Carlos de Farroupilha, estes últimos já disponíveis no sistema desde o dia 26/06. 

     O Governo do Estado deverá anunciar a decisão até o final da tarde desta segunda-feira. Junto com o recurso da Amesne, também assinado por representantes da a Associação dos Municípios dos Campos de Cima da Serra (Amucser) e da Associação dos Municípios de Turismo da Serra (Amserra), representando a macrorregião Caxias do Sul, outros 67 pedidos de revisão de bandeiras foram encaminhados ao Executivo Estadual.


MAIS NOTÍCIAS