Geral


Uso de lareiras ecológicas requer cuidados especiais

Como todo aquecedor, seu uso requer cuidados para evitar acidentes, como o que vitimou a jovem Terluize Tozon, de Lagoa Vermelha
08/07/2020 Portal Adesso - Foto: Portal Adesso

     Com a chegada dos dias mais frios, as pessoas buscam alternativas para se manterem aquecidas dentro de casa. O tradicional fogão a lenha, acabou sendo substituído, em alguns casos, pelas lareiras e climatizadores. Mas agora, os mais novos aparelhos, que vem caindo no gosto da população, são as lareiras ecológicas.  

     Lareiras ecológicas são equipamentos que aquecem os ambientes por meio da queima de álcool etílico. Em sua maioria, elas possuem uma câmara, onde é colocado o álcool e, para acendê-la, se utiliza um isqueiro com haste metálica comprida. Porém, como todo aquecedor, seu uso requer cuidados para evitar acidentes, como o que vitimou a jovem Terluize Tozon, de Lagoa Vermelha, que teve 90% do seu corpo queimado devido a uma explosão da lareira ecológica da família, que teria sido construída de forma artesanal, sem nenhuma certificação de segurança.

     Segundo Fabricio Fachinni, empresário do ramo de seguranças e um dos chefes da empresa Bravos Treinamento e Consultoria, as pessoas devem procurar sempre adquirir produtos com certificado de segurança: “As pessoas que forem comprar esses aparelhos de aquecimento, devem se informar sobre eles e procurar comprar aqueles aparelhos que tem certificação de segurança do Inmetro”.

     Fabricio salientou ainda, que em casos de mau uso dos objetos, os danos podem ser muito sérios: “Esses aparelhos realizam a queima de combustível, gerando monóxido de carbono em alta quantidade, que prejudica muito a saúde da pessoa. Outro risco é o de incêndio, se na hora do abastecimento do objeto for derramado o líquido no chão e tentarem acendê-lo, pode causar queimaduras graves na pessoa”.

     Sobre indicar a produção artesanal de lareiras ecológicas, o empresário logo fala: “Nunca, não aconselhamos as pessoas a fazerem a montagem dessas lareiras de forma artesanal, na internet você encontra muita furada, é muito perigoso fazer esses objetos sem nenhuma certificação de segurança”, concluiu.


MAIS NOTÍCIAS