Geral


Paralização de Fóruns causa atraso em mais de 3 milhões de processos

A determinação dessa pausa nas atividades foi feita pelo presidente do Conselho Nacional de Justiça
16/07/2020 Portal Adesso - Foto: Arquivo

     Devido a pandemia de Covid-19 que se alastrou pelo Estado no início do ano, diversos advogados do setor judicial estão sofrendo com esta paralização e permanecem sem receber a aproximadamente seis meses, contando com o recesso de final de ano. A determinação dessa pausa nas atividades foi feita pelo presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

     O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Farroupilha, Maurício Bianchi, em entrevista à rádio Spaço FM, afirmou que essa paralização está sendo muito dura para o setor: “A advocacia está a mais ou menos seis meses sem poder atuar e isso vem trazendo problemas muitos severos. Tive colegas que me contataram afirmando que se a situação permanecer, eles não vão ter mais o que comer”.

     Bianchi ressaltou também ser um absurdo o Fórum não poder atuar se outras áreas de atendimento ao público estão atuando, com todos os cuidados e precauções para não serem infectadas pelo vírus: “É um absurdo não termos o Fórum aberto com os servidores trabalhando se os atendentes de farmácia e de supermercado estão trabalhando com todos os cuidados para não se contaminarem”.

     “Existem mais de 3 milhões e 500 mil processos físicos que não estão tramitando desde 15 de março e precisamos retomar isto”, declarou. E encerrou dizendo que: “Nós precisamos voltar o quanto antes e encontrar uma forma para voltar com segurança”.

MAIS NOTÍCIAS