Educação


Aulas podem voltar na próximo terça-feira dia 08

Conforme presidente da AMESNE, prefeituras da serra estão com planos de retorno prontos
01/09/2020 Portal Adesso

     Nesta terça-feira (01), o Governador Eduardo Leite anunciou que o governo gaúcho propôs o retorno gradual das escolas. Conforme Leite, a ideia é de que se inicie pela  Educação Infantil já no próximo 8 de setembro, seguido pelo Ensino Médio e Ensino Superior, em 21 de setembro, e o Ensino Fundamental, entre 28 de outubro (anos finais) e 12 de novembro (anos iniciais).  Na rede estadual, a volta será em 13 de outubro. 

     Ainda de acordo com o governador, a decisão do retorno é das prefeituras de cada município, porém,  a Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), se posicionou contrário ao retorno das aulas. Em nossa, região, o presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), José Carlos Breda, afirmou que a maioria dos municípios estão preparados para a volta das aulas presenciais.

     Breda diz que seguindo os protocolos e realizando a prevenção não há mais motivos para as alunos permanecerem em casa. Mesmo assim,  o presidente da Famurs e prefeito de Taquari, Maneco Hassen (PT) contesta o governador e não quer o retorno, ele argumentou que ainda não há uma estrutura mínima para garantir que os protocolos de prevenção da Covid-19 sejam cumpridos.“O Estado, que deveria ser o primeiro a nos dar segurança, só vai retornar [as aulas nas escolas públicas] daqui a 45 dias. Nós, municípios, teremos que fazer o experimento, o teste e correr o risco de ter alunos contaminados, enquanto o Estado espera e, se tudo der certo, voltará em 45 dias. Mais uma vez a responsabilidade fica com os prefeitos e prefeitas”, declarou Maneco.

     O calendário irá valer apenas para as regiões que estiverem em bandeira amarela e laranja. Os municípios, instituições e transporte escolar deverão seguir os protocolos sanitários estabelecidos pela Secretaria Estadual de Saúde.


MAIS NOTÍCIAS