Coronavírus


Nenhum paciente menor de 18 anos foi atendido na UTI do hospital São Pedro

Dra. Lílian Pasin Jacobi falou sobre a diminuição dos números de casos em Garibaldi
01/10/2020 Portal Adesso - Reprodução/ ADESSO TV

    A médica responsável pela UTI do Hospital São Pedro de Garibaldi, Dra Lílian Pasin Jacobi, participou nesta quarta-feira (30), do Programa Prato Limpo do ADESSO TV. Na oportunidade, ela falou sobre casos da doença e do número de pacientes que foram atendidos na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital. 

     Conforme a médica, a curva da doença vem caindo no município e os casos de pacientes que chegam ao hospital diminuíram. “Isso se deve a conscientização das pessoas, do uso da máscara e da higienização que está sendo feita”, disse. Ela também falou sobre a idade dos pacientes mais graves, sendo que nenhum paciente com menos de 18 anos foi atendido na UTI do hospital, o que demonstra que a taxa de letalidade do vírus é maior em pessoas com mais idade. “Os números diminuem muito em homens e mulheres com menos de 30 anos, e aumentam consideravelmente – cerca de cinco vezes, na comparação com pessoas da mesma faixa etária – naqueles com importantes doenças preexistentes”, afirmou a médica. 

     O coronavírus costuma vitimar pessoas que tenham moléstias como diabetes (quem tem a doença corre 8,1 vezes mais risco de morrer em relação a uma pessoa sem problemas crônicos de saúde), hipertensão (6,7 vezes), doenças cardiovasculares (11,7) e doenças respiratórias crônicas (7).

     Devido a essas características já identificadas entre as vítimas do coronavírus, acende-se o alerta de que a prioridade no atendimento de saúde deve ser dada para os mais velhos e com doenças associadas, que têm mais riscos de complicações e morte. 

     Nesta quinta-feira (01), a UTI do Hospital São Pedro possui 7 pacientes internados, dos nove leitos, sete estão ocupados. Até o final da tarde, a taxa de ocupação era de 70%.

MAIS NOTÍCIAS