Polícia


Três homens e uma mulher são mortos em confronto com a BM em Farroupilha

Um deles era morador de Carlos Barbosa e estava foragido da justiça. O grupo é suspeito de ser responsável pelo esquartejamento
01/11/2020 Portal Adesso - Fotos: Brigada Militar/divulgação
Anterior Próximo

     Após uma sequência de crimes chocantes na região, três homens e uma mulher foram mortos durante um confronto com a Brigada Militar na noite deste sábado (31),  na comunidade do Rio Burati em Farroupilha. O Serviço de Inteligência da BM verificou que os criminosos estariam abrigados em uma residência na comunidade, onde segundo informações, se preparavam para novos ataques em três cidades vizinhas, Bento Gonçalves, Farroupilha e Caxias do Sul.

     De acordo com o Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Serra Gaúcha (CRPO Serra), o lugar aparenta ser o mesmo que aparece em  imagens que circulam em grupos de WhatsApp, onde um homem havia sido decapitado e posteriormente teve parte do corpo carbonizado. O local ficaria próximo de onde um outro cadáver foi encontrado esquartejado dentro de uma mala na última quarta-feira. A casa foi monitorada durante o dia e por volta das 20h de sábado os policiais do 4º Batalhão de Polícia de Choque se aproximaram e foram recebidos a tiros. Houve uma rápida resposta e quatro pessoas acabaram mortas.

     Com eles foram apreendidos três revólveres calibre 38 e duas pistolas, sendo uma 9mm e outra calibre .40. Também foi encontrado um veículo GM S10 com placas clonadas em ocorrência de furto.

     Os nomes dos mortos não foram identificados oficialmente.  O grupo é suspeito de ter sido responsável pelo corpo esquartejado e encontrado em uma mala em Farroupilha e pela morte do motoboy Bruno da Costa Alves, 22 anos, que estava desaparecido em Bento Gonçalves e cujo cadáver carbonizado e decapitado foi encontrado na manhã de sexta-feira (30), em Carlos Barbosa – ambos os crimes teriam sido cometidos no endereço onde os criminosos foram encontrados neste sábado.

     O comandante do 4º BPChoque, major Diego Soccol, contou que na ação, os quatro criminosos passaram a atirar contra os policiais, que revidaram. Um deles, morador de Carlos Barbosa, estava foragido da justiça. Um outro homem era de Novo Hamburgo, com antecedentes por porte de arma de fogo e tráfico de entorpecentes. A mulher, de Bento Gonçalves, com antecedentes por tráfico de drogas e inclusive foi presa dia 5 outubro com armas de fogo; o outro homem ainda não foi identificado.


Decapitado e corpo carbonizado

     A Polícia Civil confirmou neste sábado (31) a morte de Bruno da Costa Alves, 22 anos, que estava desaparecido desde a noite de quinta-feira (29) em Bento Gonçalves. Bruno era motoboy e havia desaparecido após sair de uma pizzaria com a sua moto, que foi encontrada na manhã de sexta-feira (30), na Rua Otávio Cainelli, bairro Humaitá, em Carlos Barbosa. O cadáver estava em um veículo Fiat Uno queimado, carbonizado e decapitado em uma estrada de chão no Morro do Macaco, interior de Carlos Barbosa.

Esquartejado

     A Polícia Civil também investiga o encontro de uma cabeça e dois dedos humanos que estavam em uma sacola de supermercado localizado por uma moradora no bairro Santa Fé por volta das 11h45min deste sábado na avenida dos Metalúrgicos, em Caxias do Sul. As partes encontradas em um campo de futebol, pode ser do restante do corpo esquartejado localizado em uma mala às margens da RSC-453, em Farroupilha, na quarta-feira (28), nas proximidades da ponte do Rio Burati. Na ocasião, não foi encontrada a cabeça da vítima. A perícia trabalha para identificar o corpo, enquanto prosseguem as investigações pela Polícia Civil.

MAIS NOTÍCIAS