Polícia


Delegado confirma que mulher encontrada morta em boate estava com corda no pescoço

Ele disse ainda que as investigações seguem e que imagens das câmeras de segurança do local estão sendo analisadas
05/01/2021 Portal Adesso - Foto: divulgação

     O delegado titular da delegacia de polícia civil de Garibaldi, Clóvis Wainer Rodrigues de Souza, se manifestou sobre o caso da mulher encontrada morta em uma boate que fica localizada às margens da rodovia RSC 453 – Rota do Sol em Garibaldi. 

     De acordo com ele, o corpo de Gabriela Siqueira Goulart de 26 anos, encontrado em um quarto da boate, um dia após o natal, passou por perícia e vários laudos, incluindo necropsia. Porém, nem todos ainda estão concluídos, nem foram enviados para a DP de Garibaldi. Um destes exames, o toxicológico, também está sendo aguardado. 

     Clóvis afirmou que os investigadores da Polícia Civil seguem analisando as imagens das Câmeras e como tem muitas horas de gravação, o trabalho precisa ser feito com paciência e parcimônia. 

     Pelas câmeras é possível ver que a mulher saiu do estabelecimento no dia 21 de dezembro e foi encontrada morta no dia 26. A polícia também já tem a identidade da pessoa que se encontrou com ela no dia 21 e vai colher depoimento desta pessoa. Outros depoimentos, inclusive se familiares já foram colhidos e a polícia investiga várias hipótese para o caso, inclusive que a morte tenha sido suicídio. Uma parte da corda estava no pescoço da mulher e a outra parte amarrada no suporte da cortina. 

     As investigações e a conclusão do inquérito deverão ser concluídos nos próximos meses.

MAIS NOTÍCIAS