Agricultura


Vinícola Aurora encerra a safra da Uva com 90 milhões de quilos recebidos

Produção representa 12% da estimativa total da matéria-prima para processamento do Rio Grande do Sul
22/03/2021 Portal Adesso - Foto: divulgação

     A safra de uvas na Vinícola Aurora foi concluída na última sexta-feira (19), surpreendendo pela qualidade e quantidade. Colhida pelas 1,1 mil famílias associadas à empresa, a vindima 2021 da maior cooperativa do setor do Brasil soma 90 milhões de quilos da fruta destinada à elaboração de produtos vinícolas. As primeiras variedades foram recebidas no dia 29 de dezembro. O volume representa 12% da projeção total estimada para o Rio Grande do Sul, o principal polo vitivinícola do país, que neste ano deverá chegar a cerca de 750 milhões de quilos da matéria-prima para processamento, segundo a Federação das Cooperativas Vinícolas do Rio Grande do Sul (Fecovinho).         

     Ao todo, a produção da Vinícola Aurora foi realizada em 2,8 mil hectares de vinhedos, localizados em 11 municípios da Serra Gaúcha – todos em um raio de 50 quilômetros das três unidades industriais da empresa, em Bento Gonçalves. Das 60 variedades produzidas pelos cooperados da Aurora, as primeiras uvas recebidas foram a Chardonnay e a Pinot Noir e as mais tardias foram as Moscatos, as Cabernets Sauvignon e Franc e a BRS Carmen. Durante todo o processo vegetativo, os vinhedos são acompanhados pelas equipes técnicas agrícola e enológica da Aurora.

     “Estamos muito satisfeitos com a safra deste ano e com o empenho e a dedicação das famílias associadas. Teremos produtos muito bons, mesmo diante do grande volume. A qualidade, especialmente das uvas precoces, como Chardonnay, Pinot Noir e Riesling, está excelente. Neste ano, pela própria natureza, as uvas para espumantes vieram muito especiais, sem que tivéssemos de antecipar a colheita para o equilíbrio ideal das variedades. Também tivemos um bom comportamento na Merlot, nas Cabernets Sauvignon e Franc e nas Malvasias. Nenhuma variedade de uva ficou devendo no quesito qualidade”, avalia o presidente do Conselho de Administração da Vinícola Aurora, Renê Tonello, que é viticultor da cooperativa.

     Historicamente, a uva Isabel, destinada para a elaboração de suco e de vinho de mesa, representa cerca de 25% da área cultivada pelos cooperados, seguida das também variedades Americanas e Híbridas Bordô, BRS Carmen, Magna e Cora. Entre as Vitis Viniferas, as mais representativas são as Cabernet Sauvignon, Merlot e Tannat e, nos últimos anos, há um crescimento no cultivo das Moscatos e Malvasias, por incentivo da própria Aurora, para ampliar a elaboração de produtos provenientes dessas uvas.          




MAIS NOTÍCIAS