Geral


Prefeito de Bagé participa do Prato Limpo

Ele comentou da decisão de vacinar primeiro os Policiais Militares e Civis e deixar por último os presidiários
24/03/2021 Portal Adesso - Foto: Reprodução/ADESSO TV

     Nesta quarta-feira (24), o prefeito do município de Bagé que fica na fronteira do RS, Edivaldo Lara (PTB), participou ao vivo do programa Prato Limpo do canal ADESSO TV. 

     Na oportunidade, Lara comentou sobre sua decisão de vacinar profissionais da área de segurança antes de integrantes de grupo prioritários como apenados do presídio regional de Bagé. Após esta decisão, o Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) instaurou na Procuradoria de Prefeitos uma investigação para avaliar, sob o aspecto criminal, a decisão do prefeito.

     Também foi instaurado, na Promotoria de Justiça de Bagé, uma investigação para avaliar se houve improbidade administrativa. Segundo o MP, Lara determinou a vacinação antecipada de alguns grupos, o que contraria regra do Plano Nacional de Imunização. 

     Durante a participação no Prato Limpo o prefeito de Bagé reafirmou que em sua cidade, as pessoas de bem, trabalhadores da segurança pública sempre vão ter preferência ante a pessoas que cometeram crimes. Ele ainda disse que Bagé tem 700 presos e 60 agentes da Superintendência de Serviços Penitenciários - Susepe atuam no presidio regional. Metade deles está afastada por covid-19 e por isso, ele tomou a decisão de imunizar todos os trabalhadores da segurança pública da cidade. 

     Conforme a Secretaria de Saúde da cidade, cerca de 400 doses da vacina já foram aplicadas em policiais desde a última sexta-feira (19).

Clique e assista a participação do prefeito de Bagé Edivaldo Lara no programa












MAIS NOTÍCIAS