Educação


Rede particular de ensino retomou aulas presenciais nessa segunda em Garibaldi

Mesmo após decisão do Governo do Estado que proíbe o retorno das atividades, instituições voltaram a receber seus alunos
26/04/2021 Portal Adesso - Foto: Divulgação/Escola de Educação Infantil Canção de Ninar

     A Rede Particular de Ensino do município de Garibaldi retomou suas atividades presenciais na manhã dessa segunda-feira (26). Apesar de todo o imbróglio judiciário e uma grande dúvida se as instituições poderão ou não reabrir, as Escolas optaram por retomar seu método de ensino presencial.

     As instituições que retornaram hoje suas atividades são: Colégio Sagrado Coração de Jesus, para alunos do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental, Escolas de Educação Infantil Girassol, Bambini, ABC da Alegria, Saber Ser, Canção de Ninar, Castelinho Encantado, Centro Educacional Espaço da Criança, Centro Educacional e Recreativo Pequeno Mundo e Espaço Balão Mágico. 

     A Diretora da Escola de Educação Infantil Canção de Ninar, Cláudia Conci Postingher, diz-se estar muito feliz com o retorno das aulas presencias para a alfabetização das crianças. “Nós estamos muito felizes, pois temos uma preocupação muito grande com a alfabetização dos pequenos e nesse momento que estivemos fechados, tivemos perdas muito graves e comprometedoras em relação ao ensino deles”.

     Além da questão educacional, Cláudia destaca que esse retorno irá ajudar também nas questões financeiras da instituição. “Como somos uma empresa, não conseguimos nem nos recuperar do ano passado, mas agora com esse retorno, poderemos respirar um pouco mais aliviados”, comenta. A Diretora comenta também que os pais receberam com grande entusiasmo esse retorno e destacou que todas as crianças que estão sendo alfabetizadas na instituição, retornaram às aulas.

     Sobre o período em que a Escola deve permanecer aberta para os alunos, Cláudia afirmou que será seguido o decreto publicado pelo Prefeito Alex Carniel. “Estamos nos mantendo com o decreto passado pelo Prefeito e ignorando os outros manifestos. Vamos dar continuidade as aulas, não vamos fechar”. 


MAIS NOTÍCIAS