Esportes


Campeonato Gaúcho: Esportivo é rebaixado pela sexta vez

Time de Bento Gonçalves leva 5 X 0 do Inter e cai para a segunda divisão do futebol gaúcho
26/04/2021 Notícias de Bento

     O Esportivo é um dos clubes ativos que mais somou rebaixamentos no futebol gaúcho. Nos últimos 11 anos, o time alviazul caiu três vezes à Divisão de Acesso, metade do total de descensos do clube em sua história. Neste ano, com 9 pontos conquistados e apenas duas vitórias, o Esportivo foi rebaixamento pela sexta vez no Campeonato Gaúcho, durando somente duas temporadas na elite após o acesso no ano de seu centenário.

     Com a derrota por 5 a 0 para o Internacional e uma combinação de resultados desfavoráveis, Clube Esportivo irá disputar a Divisão de Acesso em 2022. Apesar da boa arrancada nos últimos jogos sob o comando de Gustavo Papa, a campanha irregular ao longo da competição acabou somando na reta final e decretando o rebaixamento.

     Em 1969, o Esportivo conquistou o título da 2ª Divisão do Campeonato Gaúcho, subindo pela primeira vez em sua história para a elite do futebol gaúcho. Desde então, o alviazul soma seis rebaixamentos, que ocorreram em 1980, 1997, 1999, 2010, 2014 e 2021. O rebaixamento de 2021 foi semelhante ao que ocorreu em 1980. No ano anterior em ambas as temporadas, o Esportivo havia conquistado o título do Interior Gaúcho.

     Em 1979, o alviazul foi vice-campeão do Gauchão, porém, no ano seguinte, o time de Bento Gonçalves, apesar de ter conquistado a Copa Governador do Estado no primeiro semestre, foi rebaixado pela primeira vez em sua história. Na época, os seis últimos colocados eram rebaixados à Divisão de Acesso. Em 30 jogos, o Esportivo, sob o comando do técnico Zeca, somou sete vitórias, 13 empates e sofreu 10 derrotas. No ano seguinte, no entanto, o clube logo voltou à elite do futebol gaúcho.

     Em 1997, o Esportivo fez a sua pior campanha no Gauchão de sua história. O time alviazul venceu apenas uma partida em 13 jogos, empatou cinco e sofreu sete derrotas, finalizando o campeonato na última colocação do campeonato estadual.

     Em 1999, o Esportivo participou da elite do futebol gaúcho no primeiro semestre e, no segundo semestre, a Divisão de Acesso. Na repescagem da competição estadual, o alviazul terminou em último lugar com 5 pontos ganhos, sendo rebaixado. Na mesma temporada, o clube conquistou o título da segunda divisão, voltando à elite logo no ano seguinte.

     No novo estádio - Parque Esportivo Montanha dos Vinhedos, o Esportivo caiu pela primeira vez em 2010. Em 15 jogos, o alviazul conquistou três vitórias, um empate e sofreu 11 derrotas, finalizando a campanha em penúltimo lugar na classificação geral do Gauchão. Em 2012, o clube retornou à elite, mas assim como esse ano, o Esportivo durou somente duas temporadas na primeira divisão. No Gauchão de 2014, a campanha ruim e o caso Márcio Chagas, que abalou as estruturas do clube, culminou no rebaixamento do alviazul. Em 15 jogos, o Esportivo somou três vitórias, quatro empates e foi derrotado em oito partidas. O time de Bento Gonçalves sofreu a perda de três pontos por conta do caso de racismo. Mesmo sem a perda, o alviazul seria rebaixado à Divisão de Acesso.

     Em 2021, com apenas duas vitórias, três empates e seis derrotas em 11 jogos, o Esportivo somou apenas 9 pontos e terminou a fase classificatória na penúltima colocação com a mesma pontuação que o Novo Hamburgo, porém finalizando na zona do rebaixamento pelo saldo de gols.



MAIS NOTÍCIAS